cine clube de viseu | cinema na cidade | cinema para as escolas

facebook | instagram | youtube

destaques

destaques

Sol de Carvalho,
realizador convidado


O vistacurta propõe, este ano, um olhar especial sobre a África lusófona, e é nesse âmbito que convida Sol de Carvalho a apresentar, pela primeira vez em Viseu, os seus filmes Mabata Bata e Monólogos com a História, no dia 27 de Outubro.

Um dos mais conceituados cineastas moçambicanos, Sol de Carvalho (Beira, 1953) realizou, desde a década de 70 até ao presente, inúmeros documentários e filmes de ficção.

Premiado em vários festivais de importante projecção internacional, usa a sua determinação e energia inesgotáveis para continuar a fazer cinema em Moçambique apesar dos escassos apoios do Estado à produção cinematográfica.

Os seus filmes retratam o seu país, muitas vezes denunciando situações e ilustrando a necessidade de mudar comportamentos relativamente a temas tão sensíveis como o HIV ou a violência doméstica. Muitos deles também abordam as tradições e as crenças moçambicanas num universo mágico.

Os seus filmes têm merecido, além de aclamação internacional em vários festivais, a atenção de estudiosos como Sílvia Vieira, investigadora na área do cinema e da fotografia, que acompanha há vários anos o trabalho do moçambicano. Para assinalar este capítulo do vistacurta, contámos com a generosidade de ambos numa entrevista especial para o Argumento 166 (o boletim do Cine Clube de Viseu).



27.OUT / 21H30 / IPDJ

Mabata Bata
Portugal/Moçambique
2018 74'


Adaptação do conhecido conto de Mia Couto “O Dia em que Explodiu Mabata Bata”, que nos fala de Azarias, um jovem pastor que um dia vê explodir o seu melhor boi, Mabata Bata, por causa de uma mina terrestre. Mabata Bata foi o filme vencedor, em 2019, da 1.ª edição do Prémio António Loja Neves, criado pela Federação Portuguesa de Cineclubes para homenagear o cinema africano de expressão lusófona.

Ver o trailer →

Monólogos com a História
Portugal 2019 20'


Sol de Carvalho filma, em Monólogos com a História, uma reflexão sobre a história de Moçambique no confronto entre um pai morto e um filho de luto.

Ver o trailer →